O NÚMERO DE MORTOS NOS HOSPITAIS PÚBLICOS AUMENTA NO GOVERNO FLÁVIO DINO!

O NÚMERO DE MORTOS NOS HOSPITAIS PÚBLICOS AUMENTA NO GOVERNO FLÁVIO DINO!

Resultado de imagem para leito hospital do maranhão
Depois do levantamento da CNT (comprovando que as estradas estaduais pioraram nos últimos anos) e do IBGE (afirmando que a pobreza extrema aumentou em 2% e o PIB caiu em 8%), o Governo Flávio Dino, mais uma vez, se vê diante de números nada favoráveis e que confirmam o fracasso da gestão comunista.
De acordo com o Ministério da Saúde, o número de mortes em leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) no Maranhão, aumentou, nos últimos três anos, ou seja, durante o Governo Flávio Dino, em mais de 1 mil registros.
A alta, da ordem de 12%, indica crescimento expressivo da morbidade de pacientes atendidos pela rede pública de saúde, cujos leitos estão distribuídos em hospitais e demais estabelecimentos médicos vinculados às 217 prefeituras maranhenses, ao Governo do Estado e ao Governo Federal.
Em 2014, foram registrados 8.772 óbitos em leitos do SUS no Maranhão. Em 2017, terceiro ano do governo Flávio Dino (PCdoB), a morbidade aumentou consideravelmente, registrando exatas 9.857 mortes – 1.085 óbitos a mais -, de causas diversas, desde doenças transmissíveis e não transmissíveis a acidentes de trânsito e homicídios dolosos.
A taxa de mortalidade registrada em novembro de 2017 foi de 2,41. No mesmo período de 2014, esse mesmo índice foi de 2,08, mais um dado a confirmar que a morbidade nos leitos do SUS aumentou substancialmente nos últimos três anos.
E contra números, não existem argumentos.
Do blog do Jorge Aragão
Junte-se à discussão