E lá vamos nós….Quanta hipocrisia!

E lá vamos nós….Quanta hipocrisia!

MARANHÃO GOVERNABILIDADE:  SECRETARIA DE JUVENTUDE EXISTE SÓ NO PAPEL

Por: Ilha Rebelde

ANB Online

 Secretária fantasma?


 Nas estatísticas que apontam o Maranhão e a Grande São Luís como como violentos e de alta periculosidade a presença da Juventude chama atenção pelos crimes que vem protagonizando em meio a total ausência de políticas públicas por parte do Governo.
Em sua maioria adolescentes ou jovens com até 30 anos,  a participação reincidente de pessoas com o perfil ainda em formação é gritante nos registros de ocorrências diárias das cidades maranhenses. Na Região Metropolitana, uma quase-regra.
Tatiana com Flávio: ‘heroísmo’ que ainda não contemplou a Juventude do Maranhão
A triste realidade denuncia a inércia e a inoperância da Secretaria de Juventude do Governo do Maranhão que, a bem da verdade, sempre existiu só no papel. Nas administrações passadas e na atual. Até hoje, a titular da Pasta, Tatiana Pereira ainda não mostrou a que veio.
A acomodação com a falta de funcionalidade da Pasta é histórica. Vista como cabide de empregos e no organograma administrativo somente ali para constar, a Secretaria de Juventude é um elefante branco que vem custando caro ao bolso do contribuinte e  aos cofres públicos sem, contudo,  apresentar a contrapartida desejada.
Funcionando com a lógica de fóruns e eventos pífios na sua esfera interna, os integrantes da Pasta, incluindo sua titular, ainda não se deram conta da estrutural missão que tem pela frente. Ou, como afirmam fontes ligadas a Tatiana Pereira, estão perdidos sem saber o que fazer ou por onde começar.
NADA APRESENTAR A secretária de Juventude do Estado,Tatiana Pereira segue o metier das gestões passadas; Juventude maranhense está cada dia mais abandonada
O fato é que no centro da questão preocupante, os jovens maranhenses estão cada vez mais vulneráveis e cooptados pelas organizações criminosas no velho jargão  ‘onde o Estado se omite  o crime domina’. Mas não se trata só de omissão.  A postura da Secretaria aponta para a falta de compromisso com o Setor. Indica que já lhe basta a inserção dos créditos no portal do Governo do Estado.  Assim, sem se sentir na obrigação de nada fazer.
Nos municípios e pelas ruas dos bairros de São Luís, a paisagem de descaso e abandono da Juventude salta aos olhos. Não se veem projetos, medidas ou programas sociais anunciados pela Pasta que segue engessada mesmo recebendo milhões mensais para investir no Seguimento.
Por outro lado a defesa de certo ‘heroísmo’ de secretários do governador suplanta toda e qualquer intenção de se  usar a pragmática e a realidade para cair em campo e reverter o quadro assombroso que vem se perpetuando. Numa situação cômoda, a titular da Juventude e auxiliares seguem os frios protocolos de sempre na repetição de seus antecessores. Enquanto isso, a Juventude do Estado sobrevive cada vez mais desamparada, na ociosidade e sem oportunidades. 
Junte-se à discussão